Novidade
Premiado
Porto Quinta Nova LBV
Generoso
2014
Porto
Cima Corgo
Preços
Sócio
15,20 Gfa
45,60 Cx
Não Sócio
16,00 Gfa
48,00 Cx
Vendido em cx de 3 gfa x (0,75l)
  • Notas de prova
  • Prémios

Cor rubi-granada opaca. Aromas complexos de frutos negros muito maduros (amoras, mirtilos) com notas de especiarias e frutos secos. Boca cheia e volumosa, boa estrutura. Intenso e profundo; bom equilíbrio. Final muito longo e preciso.

Medalha de Ouro – Mundus Vini Fevereiro 2020
Designação Oficial: 
D.O.C.

Temperatura de Serviço: 

14/16ºC

Teor alcoólico: 

19.50%vol

Longevidade: 

9 a 10 anos

Harmonizações: 

  • Sobremesas à base de chocolate |
  • Queijos Fortes

Situações de consumo: 

Sobremesas
Sozinho
Observações de consumo: 
Aconselha-se o consumo no próprio dia, não devendo ultrapassar os 3 dias. Com o passar dos anos irá formar depósito no fundo da garrafa. Aconselha-se a sua passagem para um decantador.
Vinificação: 
Colheita manual. Seleção manual das uvas em tapete de escolha, à entrada da adega. Desengace seguido de fermentação em lagares com pisa robotizada e com controlo de temperatura. Paragem da fermentação com aguardente. Este LBV estagia em barricas de carvalho francês durante 4 anos.
  • Castas
  • Região
  • Enólogo
  • Produtor

Vinhas Velhas - Tintas

Porto

collapse

O "Vinho do Porto" distingue-se dos vinhos comuns pelas suas características particulares: uma enorme diversidade de tipos em que surpreende uma riqueza e intensidade de aromas incomparáveis e uma persistência muito elevada, quer de aromas, quer de sabor, para além de um teor alcoólico elevado (geralmente entre os 19 e os 22% vol.), numa vasta gama de "doçuras" e grande diversidade de cores.

Observações dos produtores acerca deste vinho: 
O Late Bottled Vintage da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo tem um estilo moderno onde os aromas a amoras e mirtilos se conjugam com uma estrutura suculenta, uma densidade fluida, uma gravidade imponente e um belíssimo equilíbrio entre o álcool e a doçura.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo

collapse

A Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, com 120 hectares, 85 dos quais plantados com vinha classificada com a Letra A, situa-se junto do Pinhão e está integrada na Região Demarcada do Douro desde a sua instituição, em 1756.

Ao longo dos tempos, todo o património histórico da quinta tem sido cuidadosamente preservado - a casa senhorial oitocentista, hoje hotel do vinho, a capela de estilo barroco datada de 1795, a capela do século XVII que se situa junto ao rio, os pomares, a azenha e a adega de 1764. Renovamos as tradições, mas respeitamos a autenticidade da paisagem.

O nome "Quinta Nova" tem origem na nova quinta que foi criada após a junção de duas quintas. Nossa Senhora do Carmo relaciona-se com a santa padroeira da capela que foi construída no século XVII, junto à margem do rio Douro. Naquela perigosa zona do rio, os tripulantes dos barcos rabelos eram vítimas de frequentes naufrágios, suplicando pela protecção daquela santa. Assim, durante o séc XVII, na sequência de uma promessa dos mareantes, foi construída a pequena capela, albergando uma imagem em pedra desta padroeira e renomeando a propriedade para Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo.