Novidade
Colombo Verdelho Reserva
Branco
2017
Madeira
Preços
Sócio
17,58 Gfa
105,48 Cx
Não Sócio
18,50 Gfa
111,00 Cx
Vendido em cx de 6 gfa x (0,75l)
  • Notas de prova
Cor amarelo palha com laivos dourados. Aroma a revelar boa evolução, ligeiras notas tropicais, notas de madeira e frutos secos. Na boca confirma-se a boa evolução, ataque fresco num conjunto saboroso, amplo e macio com notas fumadas e uma frescura agradável no meio da boca. Final longo.
Designação Oficial: 
D.O.C.

Temperatura de Serviço: 

12/14ºC

Teor alcoólico: 

13.00%vol

Longevidade: 

5 a 6 anos

Harmonizações: 

  • Acompanhar pratos de peixe |
  • Saladas |
  • mariscos e carnes brancas.

Situações de consumo: 

Aperitivo
Com a refeição
Vinificação: 
Vindima manual com rigorosa seleção das uvas. Desengace total seguido de esmagamento e prensagem em prensa pneumática. Clarificação estática do mosto a 10°C durante 24 horas. 50% do mosto fermenta em cubas de inox com controlo de temperatura e os restantes 50% em barricas novas de carvalho francês.
  • Castas
  • Região
  • Enólogo
  • Produtor

Verdelho

Madeira

collapse

Descoberta por navegadores Portugueses em 1418, a Ilha da Madeira cedo despertou o interesse do Infante D. Henrique que a considerou privilegiada para o plantio da vinha e da cana do açúcar, pois introduziu o seu cultivo na ilha, mandando vir da Grécia, cepas "Malvasia," originárias de Napoli di Malvasia, perto de Sparta.

Com uma superfície total de 738Km2, a Ilha da Madeira está situada entre os paralelos 30 e 33º N, em pleno Oceano Atlântico.

De clima ameno e de terrenos saibrosos de solos vulcânicos e basálticos, a vinha conquistou a Ilha e a paisagem madeirense transformou-se.

O minifúndio, muito parcelado e valorizado em larga medida por uma policultura bastante intensiva e variada que associa tradicionalmente a criação de gado ao milho, ao feijão, à batata e à vinha na periferia, geralmente disposta em latadas ou ramadas, é semelhante ao que encontramos no Minho.

A vinha ocupa, neste mundo rural, cerca de 1700 ha e destina-se sobretudo à produção do VLQPRD "Madeira", produto cuja exportação já se fazia no Século XVII. As zonas eleitas para esta cultura são as encostas soalheiras viradas a sul onde, na sua forma alta, a vinha dá abrigo a outras culturas, muito embora se cultive também em forma baixa, em especial nas vizinhanças do mar.

 

Fonte: Instituto da Vinha e do Vinho, I.P.

Observações dos produtores acerca deste vinho: 
Foram produzidas 2.600 garrafas

Justino's Madeira Wines

collapse

A Justino’s Madeira Wines, S.A. é uma das mais antigas empresas produtoras e exportadoras de vinho da Madeira.
O saber fazer adquirido na arte do blend, o respeito pelas técnicas tradicionais de vinificação e a constante procura na inovação têm sido as características que marcam o seu sucesso e crescimento.
É hoje, uma empresa de cariz internacional reconhecida pela sua excelência e focada na apresentação de produtos premium aos seus clientes, sem perder de vista a história, tradição e autenticidade que sempre caracterizaram os seus vinhos.
A marca COLOMBO MADEIRA WINES abrange os vinhos da Madeira (DOP Madeira) e os vinhos tranquilos da categoria IGP Terras Madeirenses e DOP Madeirense.
Nos fortificados DOP Madeira poderão ser apreciados os vinhos de 3  e 5 anos nos estilos seco, meio seco, meio doce e doce.
Os reservas velhas de 10 anos, produzidos a partir de uma única casta branca como o Sercial, Verdelho, Boal e Malvasia e algumas colheitas produzidas a partir da casta Tinta Negra, representam as gamas de maior qualidade.
Na categoria IGP Terras Madeirenses são produzidos vinhos brancos, rosés e tintos. No DOP Madeirense os reservas tintos e brancos, produzidos a partir de uma única casta ou a partir de um blend de castas, são o expoente máximo dos diferentes terroirs da ilha da Madeira.​

Clique aqui para visitar o site Justino's Madeira Wines